A divergência entre “a família” e “as famílias”

Entre 2016 e 2018, a América Latina passou por protestos e manifestações de grupos conservadores contra políticas como o reconhecimento do casamento igualitário, identidade de gênero e a incorporação da educação sexual e da saúde reprodutiva nos livros escolares. Seu impacto forçou mudanças políticas, mas a pandemia e a crise política na região retardaram o … Continued

Esquerdas e Pós-esquerdas

Durante a campanha peruana, surgiu uma diferença entre os dois partidos esquerdistas, os Juntos pelo Peru de Veronika Mendoza e o Perú Libre de Castillo, sobre questões de gênero, saúde sexual e reprodutiva que abriu uma lacuna entre o que uma congressista chamou de esquerda “popular” e esquerda “progressista”.

Solidariedade, identidades e a erosão da esfera pública

Vivemos em uma época de transição, com turbulência e contrastes constantes. Há muitos de nós que estamos convencidos de que as crises podem ser superadas através da cooperação e dos esforços conjuntos, para os quais a solidariedade humana desempenha um papel vinculante que permite o acoplamento das engrenagens.

Paraguaios indignados e autoconvocados

Paraguai, aquela ilha rodeada de terra e longe do barulho do mundo, está mostrando sinais de cansaço. Nas ruas e nas redes, o slogan simples e contundente é repetido: “todos eles devem ir embora”. Mas só o tempo dirá se a voz da indignação marcará um novo momento com a capacidade de mover as placas da cultura política do país.

O Bem-estar que nos ilude

A América Latina tem sido uma das regiões mais atingidas pela pandemia, tanto do ponto de vista da saúde quanto do ponto de vista socioeconômico. Seu impacto na região, por um lado, evidenciou as desigualdades e deficiências dos sistemas sociais e, por outro, teve um impacto negativo nas esperanças de um futuro melhor.

A feminização da política

Dois processos estão hoje em curso que nos remetem para bandeiras importantes do movimento feminista. O processo constituinte no Chile e o projecto de lei para a legalização do aborto na Argentina. Contudo, a paleta de opções para a feminização da política varia muito de país para país.

A Cepal, respeitada, mas não ouvida

Sempre existiu uma lacuna entre o pensamento da CEPAL e as políticas públicas do governo, mas ela se alargou de menos para mais, dependendo do tempo. Entretanto, os tomadores de decisão precisam estar mais abertos ao pensamento da CEPAL.

A desintegração latino-americana, um problema político

Durante o superciclo eleitoral 2017-2019, a América do Sul vivenciou um “giro à direita”. Atualmente, com estes governos entrando nos diferentes períodos de gestão, nos perguntamos qual é o balanço. A primeira impressão é que a integração passa por um de seus piores momentos e que não há sinal de uma breve saída de Maduro.

E se todos nós formos para a China?

O conflito tem a ver com um reajuste clássico no equilíbrio de poder que continuará alimentando respostas e contrarespostas políticas. O fenômeno da ascensão de uma nova potência econômica em escala global afetará necessariamente a presença e as ações das outras grandes potências.

Nossa Newsletter

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com