Migrações na América Latina em tempo de coronavírus

A confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Brasil e a propagação do coronavírus na região obrigaram os governos da América Latina a criar diversas respostas a fim de tentar conter o avanço da doença. Nesse contexto, os migrantes e suas famílias estão entre os principais afetados.

O meio ambiente e seus defensores em perigo

Os incêndios florestais ocorridos em agosto de 2019 fizeram disparar os alarmes e colocaram a América Latina no centro das discussões sobre o ambiente e a mudança no clima, mas esses episódios são apenas sintomas de um fenômeno estrutural que fez da região a zona mais perigosa do mundo para os defensores do ambiente.

Colômbia, a paz que ainda não chegou

Parecia um sonho realizado. O acordo de paz assinado em Havana em 2016 entre o governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo (Farc-EP) tentava pôr fim a seis décadas de conflitos e dar início a uma nova era, não só para o país como para toda a região.

O êxodo venezuelano: um desafio regional

Epois os Acordos de Paz de Havana, a América Latina e o Caribe inauguraram oficialmente um período sem conflitos armados. O grande paradoxo é que o aparente fim do ciclo da violência armada coincidiu com a aceleração de uma das maiores migrações internacionais na história da região, o êxodo venezuelano.