Um encontro bananeiro na posse de Lasso

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro passou sua infância na principal região produtora de banana do Brasil. Hoje ele será o único presidente sul-americano no Equador, o maior exportador mundial do produto, para a inauguração do novo presidente Guillermo Lasso.

As pontes do Acre já existem!

O Acre foi a última grande expansão territorial do Brasil. Nos últimos anos era comum em diferentes regiões do Brasil se referir ao estado de forma pejorativa, porém, a região faz parte da profunda mudança geoeconômica que o país está passando.

A agenda uruguaia para tornar o Mercosul mais flexível

Na última década, o Brasil tem perdido o protagonismo regional e vários presidentes têm tentado preencher este vazio. Todos falharam. Diante da desintegração econômica e da fragmentação política na América do Sul, o presidente do Uruguai está tentando liderar uma agenda destinada a tornar o Mercosul mais flexível.

Roraima cresce devido às sanções dos EUA contra a Venezuela

O comércio entre Pacaraima e Santa Elena de Uairén nunca foi tão intenso. Em 2020, pela primeira vez, dois estados brasileiros tiveram seu principal destino de exportação em um único país vizinho e o estado de Roraima, que era o menor exportador do Brasil, multiplicou suas vendas externas por mais de dez vezes em dois anos.

Corredor Bioceânico: caminho do Mato Grosso ao Pacífico

Passado quase um século, parece que o antagonismo entre Atlântico e Pacífico começa a ser superado por corredores rodoviários em regiões pouco desenvolvidas. O corredor rodoviário bioceânico é um projeto de integração física que conectará Porto Murtinho (Mato Grosso do Sul) com os portos do norte do Chile.

Mike Pompeo na Ilha das Guianas

Pela primeira vez na história, um secretário de Estado dos Estados Unidos pisará na maior ilha marítima fluvial do mundo. A maior parte da análise se concentrou na tentativa de Donald Trump de apresentar uma agenda mais dura e eficaz sobre a Venezuela para a caça ao voto republicano na Flórida.

20 anos da Operação Sul-Americana

Nos últimos anos todos os pilares da Operação Sul-Americana se fragilizaram. Os instrumentos de defesa dos direitos humanos se debilitam e a democracia tem perdido entusiasmo. O comércio intrarregional despencou, as exportações dos países sul-americanos se reprimarizaram e mercado de manufaturados da região foi ocupado pela China.

Nossa Newsletter

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com