Nicarágua: a crise de um regime patrimonial

Há dois anos ninguém suspeitava que Daniel Ortega poderia perder uma eleição ou que seu governo poderia sofrer uma crise como a atual. De qualquer forma, os resultados das eleições de 2016 não tiveram qualquer significado, foi uma eleição de um “regime eleitoral autoritário”.