Argentina: uma eleição, múltiplas decisões

Argentina vota em uma eleição com um nível incomum de mobilização. A grande diferença entre a Frente de Todos e o PASO funcionou como uma importante amostra de vontades e gerou uma reação entre os partidários do partido no poder que se materializou em um nível inesperado de mobilização.

Eleições na Argentina e Uruguai: tempo de mudança

Argentina e Uruguai têm um passado comum e laços profundos. Nos últimos cinquenta anos, seus processos tiveram coincidências visíveis: ditaduras, transição para a democracia, virada “neoliberal”, profunda crise econômica e virada à esquerda. Os processos eleitorais em andamento parecem querer acrescentar semelhanças.

A economia política de um Estado fraco

Afirmar que é necessário reconstruir o Estado é muito bom, mas não nos leva longe; que, indispensável, leva tempo, devemos começar agora, sim, mas enquanto isso precisamos enfrentar os problemas com os recursos disponíveis.

Entre a retórica do ‘grande acordo’ e a política facciosa

Na Argentina, a política se desenvolve em um entorno faccioso. A desconfiança mútua entre setores, e de todos com relação ao futuro, piora as coisas, porque muito pouca gente está disposta a cooperar, por sentir que cooperaria sem recompensa, e por não compreender que esse é o preço a pagar por um futuro melhor.

Deixem de ferrar o povo

Foi esse o título que Aníbal Ford escolheu para um artigo que publicou na alvorada da democracia argentina, indignado com aqueles que sustentavam que as grandes maiorias haviam fechado os olhos à repressão e tinham alguma responsabilidade, por seu apoio maciço à aventura das Malvinas.

Bauman e a nova política migratória argentina

Um ato tão cotidiano como viajar de ônibus ou de trem, pode se tornar uma experiência que merece ser contada se há uma preocupação percebida entre os viajantes. Por exemplo, uma viagem na hora de ponta no primeiro vagão da linha “E” do metrô de Buenos Aires até a estação Plaza de los Virreyes, em … Continued

Nossa Newsletter