O adeus a Bolsonaro

É bom ser claro: a despedida será para Bolsonaro como presidente, mas não para Bolsonaro como um líder popular autoritário, desleal e violento. Ainda menos (mais preocupante) ao bolonarismo como uma presença de longo prazo na sociedade brasileira.

Destruição e retrocesso, as políticas do governo Bolsonaro

Seus discursos concentraram-se em atacar as conquistas dos movimentos de identidade e minorias, e os direitos e políticas sociais erguidos após a Constituição de 1988. Neste legado de destruição estão as conquistas políticas e sociais da Nova República, é este pacto que está em risco.

Nossa Newsletter

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com