Trump e escândalo andam de mãos dadas

Trump e escândalo andam de mãos dadas, mas será esta a última gota de tolerância para um líder tão inepto? Embora muitos nos Estados Unidos pensem assim, a história do autoritarismo e do fascismo nos mostra que é duvidoso que isso ocorra.

Repensar a ciência política em tempos de coronavírus

A emergência sanitária causada pel Coronavírus deslocou os objetos de pesquisa da ciência política. Na busca por autonomia disciplinar, a Ciência Política vem conquistando um campo de conhecimento dentro das Ciências Sociais que é cada vez mais respeitado entre as diferentes comunidades acadêmicas.

A martelagem digital para não perder o ano letivo

Os últimos 60 dias colocaram à prova o modelo educativo em vigor em todo o mundo. No contexto latino-americano, as condições de confinamento tornaram necessárias soluções urgentes, apesar das profundas limitações na oferta de educação pública da região.

Bolsonaro queima os navios

Bolsonaro, que no início de seu mandato tinha diferentes opções para implementar seu projeto político, decidiu queimar os navios e apostou sua continuidade política em uma estratégia sem retorno: em lugar de construir uma maioria social de apoio, preferiu consolidar sua liderança no setor mais radicalizado de sua base.

A menina e a fumaça

Na sexta-feira, sem que ninguém esperasse, a menina falou. Vestia uma camiseta azul, seus cabelos estavam soltos, e manejava o microfone como o mais experiente dos locutores. Disse que foi ao céu com a missão de averiguar se aquilo que havia escutado no rádio era certo. Que o mundo acabaria no dia 21 de abril.

Respostas à pandemia: a experiência da Alemanha

Em uma compatação internacional, parece que a Alemanha está enfrentando bem a pandemia. Há mito menos mortes pela Covid-19 no país do que na Itália, Espanha, Reino Unido ou França, e existe um consenso básico, tanto na classe política quanto entre os cidadãos, sobre como enfrentar a crise.

Peru esbarra em seus limites

Condições de trabalho precárias que os economistas chamam “informalidade”, sob as quais vivem 72,6% da população economicamente ativa do Peru. Um aparato estatal debilitado por conta de uma ideologia de “quanto menos Estado, melhor”, que há quase duas décadas vem se fragmentando desordenadamente.

E as ruas se esvaziaram

A pandemia gerada pela Covid-19 com capacidade inédita de atingir todos os quadrantes do planeta, mudou drasticamente a agenda das coisas. De uma perspectiva latino-americana há três aspectos que requerem consideração por haverem confluído no esvaziamento das ruas.

Um problema resolve outro?

As ruas de La Paz, onde até há pouco tempo corria sangue, estão desertas, esvaziando as de Santiago, que nos lembramos de estar cheias de manifestantes. Ninguém em Bogotá nem em Caracas, onde se reza para evitar pelo menos esta praga. Onde a luta teve lugar, no Equador, os corpos são apanhados nas calçadas.

Migrações na América Latina em tempo de coronavírus

A confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Brasil e a propagação do coronavírus na região obrigaram os governos da América Latina a criar diversas respostas a fim de tentar conter o avanço da doença. Nesse contexto, os migrantes e suas famílias estão entre os principais afetados.

Nossa Newsletter

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com