Costa Rica, a institucionalidade em leilão

Costa Rica rompeu com certas práticas do passado, como o bipartidarismo e a sobrevivência de uma classe política tradicional, e mergulhou totalmente nos novos tempos da política que diluíram os marcos relativamente estáveis existentes até alguns anos atrás.

A excepcionalidade normalizada

As recentes eleições colombianas e as previsões em torno do resultado das eleições brasileiras em outubro nos permitem perguntar, como foi apontado há quinze anos atrás, qual é o significado dessas mudanças.

Testemunhas que são reféns

Parece que a guerra no leste da Europa, salvo no relacionado ao impacto da crise econômica anexa e as expectativas de uma “nova ordem” mundial, é um assunto estrangeiro para a América Latina

A liderança efêmera

O ritmo no qual a atividade política tende a devorar aqueles que nela se engajam é uma questão sobre a qual há menos dados do que deveria haver.

O sentido incerto da alternância

A representação política tem sido fragmentada a níveis extremos e as preferências das pessoas são deixadas à aleatoriedade dos projetos meticulosamente projetados por especialistas em comunicação para acompanhar o impulso pessoal para o poder.

Partidos políticos: instituições ou máquinas?

Os partidos tiveram sua razão de ser como canais através dos quais se realizava a dimensão eleitoral da política, mas há muito tempo deixaram de ser instituições e se tornaram máquinas que operam em contextos onde a polarização é a principal força motriz.

Nossa Newsletter

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com